Correio

Tudo está indo por água abaixo. Mas algo surpreendente acontece mesmo no fim da ladeira.
Abismos, Capítulo 2: Correio
A alavanca é violentamente empurrada por Amin quando cai, e no reflexo a menina segura a corda de segurança e saca a faca com a outra mão. Aterrorizada vê o elevador atingir o fundo e quebrar, lançando os dois em queda pelo barranco.
a menina usa a mochila para amortecer o impacto nas costas, enquanto aproveita para se virar. Ela vê que Amin está rolando desacordado, e ao se dar conta da gravidade da queda, consegue agarrar a mochila dele. Na medida que descem para o barranco mais íngreme, ela se fira de frente e ergue a faca para golpear a pedra.
A faca surpreendentemente afunda na rocha com o golpe. A inércia porém dificulta parar a queda, e os dois seguem descendo pendurados na faca que rasga a rocha. Por fim a menina não consegue segurar e a faca se solta com os dois caindo da beirada.
Os dois caem no que parece ser uma plataforma abaixo. "Rola a pedra/morro abaixo/racha e quebra/despedaça.//Segue a vida/equilibra/entre o Sol/e o Abismo/o Abismo." A menina ainda vê a poeira depois de cair, Amin caido ao lado, e desmaia.
Menina acordando dolorida da queda. Menina se levanta com dificuldade resmungando dos ferimentos. Menina de pé estalando as costas enquanto Amin confuso se levanta no fundo. Menina observa o local: "Queda feia... Ufa...". Menina se volta a Amin: "Você está b...?" Antes de terminar a frase Amin já está com um sorriso e um polegar erguido, apesar de toda poeira e arranhões.
Menina se abaixando para ajuntar a faca: "Deve ser uma antiga trilha de mineiros". menina erguida, verificando a faca: "Demos sorte...". Menina guardando a faca: "Ajudou a parar nossa queda. Talvez ajude a voltar para cima...". Amin verificando a mochila: "Perdemos muita coisa... Comida, utensílios...". Amin lenbrando de seu bastão: "Além disso, acabei ficando sem meu bastão da sorte. Seria útil agora... "
Menina conclui: "uma das direções deve nos levar de volta.". Os dois agora se dão conta do problema e começam a ficar temerosos... "Só precisamos descobrir qual...", pondera a menina olhando para o lado com receio. O silêncio escuro começa a sussurrar aos dois: "medo, dúvida, morte, abismo, cair, fundo, monstros, incerteza..." Amin quebra o silêncio com um grande susto: "Tem alguém ali!!!"
Momentos de tensão quando observam que uma figura se aproxima pelo caminho. Os dois se preparam para correr, quando de repente uma voz melódica e mansa ecoa pelo ar inesperada: "Até que enfim... Encontrei vocês!"
Uma moça loira, de chapéu e uniforme, um brinco de pena azul solitário na orelha esquerda surge como se fosse um ser mágico. A menina pergunta desconfiada: "Estava procurando a gente?". A mulher, que não é mais alta que Amin, se aproxima sacando uma prancheta com papéis: "Serviço de entregas!". Olhando na prancheta com o dedo indicador apontado para a folha: "Vejamos... Amin?"
Amin acha estranho: "Sou... eu... ?". Sem tirar os olhos da prancheta, ela produz um bastão do nada. "Entrega para você". "Meu bastão!!!". Amin ainda surpreso examina seu bastão com as duas mãos indagando estupetato: "Mas como... quem?" A mulher se dirige a menina: "Para você... Vejamos... Temos aqui uma..."
(mulher terminando a frase): "... direção!". Ela se vira para apontar o lado do caminho por onde veio: "Siga por ali, quando chegar nas escadarias, continue reto!". A menia está muito surpresa: "Mas como sabia? ... Mas só isso? ... Qu.." - A mulher a interrompe: "Bem... apenas faço as entregas".
Mulher virando as folhas da prancheta. "E não tem aqui nenhuma resposta para você.". Os dois a olham sem entender. Ela continua, apontando a prancheta: "Tem mais uma coisa." Em seguida novamente produz magicamente um pequeno envelope entre os dedos, e o estende à menina, que estica o braço um pouco receosa.
O envelope tem algumas decorações misteriosas e contém no centro o texto: "Não abra". Os dois novamente surpresos: "Mas o quê?!". A mulher já está indo embora: "Tenho mais entregas à fazer. Tenham um ótimo dia!"
Os dois se entreolham, meio sem saber o que fazer, pegam as coisas e seguem pelo caminho na direção apontada. O pássaro aparece voando atrás deles. Fim do capítulo.
Thumbnail
Menina olhando para baixo
Authors
Franz Vanderlinde
2016-10-17T12:59:00
Chapter number
2